compartilhe 0
11 · 10 · 2017

Qual a diferença entre Padre, Pastor, Celebrante e Juiz de Paz?

Muitas noivas ficam em dúvida em como escolher a pessoa certa para celebrar o casamento. A diferença entre Padre, Pastor, Celebrante e Juiz de Paz é a primeira organização e decisão que deve ser tomada. Essa escolha fará você escolher o âmbito do seu casamento e da sua cerimônia perante ao estado e à religião.

 

Diferença entre Padre, Pastor, Celebrante e Juiz de Paz

 

diferença entre padre, pastor, celebrante e juiz de paz

 

Padre 

 

O Padre é quem tem autoridade para selar uma união perante a Deus, segundo a religião Católica. Ele não tem autorização para sair da Igreja e fazer esta celebração em outro espaço, por isso muitos casais praticantes do catolicismo, optam por casar apenas no Civil e não fazer cerimônia religiosa.

Pastor

 

O Pastor é o responsável por celebrar a união de noivos que são praticantes das religiões evangélicas. Ele tem autorização para celebrar o casamento dos noivos aonde eles escolherem: dentro da igreja, nos Templos, no sítio, na praia ou dentro do salão de festas.

 

Celebrante

 

diferença entre padre, pastor, celebrante e juiz de paz
Foto: Jordan Voth Floral

 

O celebrante pode ser um profissional que trabalha com celebrações de uniões, como também um amigo que você confie para este momento. Sem a benção religiosa nem do estado, o celebrante apenas confirma os votos de amor entre os noivos e sela a união social entre o casal.

 

Caso você contrate um celebrante profissional, você haverá de optar entre as opções de celebração:

 

  • Cerimônia não-religiosa: esta cerimônia é ausente a qualquer religiosidade, ou seja, não haverá nenhuma menção à qualquer Deus, santo ou fé.
  • Cerimônia ecumênica: nesta cerimônia, haverá menções à religião, porém, sem enfase a uma religião específica. Conhecida como Cerimônia Religiosa Neutra, você não constrangerá nenhum convidado caso haja uma diversidade religiosa.

 

Juiz de Paz 

 

O Juiz de Paz não celebra, mas oficializa o casamento dos noivos perante o estado, ou seja, o casamento civil. É o casamento que acontece dentro do cartório, mas que pode ser feito aonde você quiser. Existe uma taxa que é cobrada pelo cartório para que o funcionário possa sair do estabelecimento oficial e se dirigir até o espaço que acontecerá o seu casamento. O Juiz de Paz é um agente público que irá oficializar seu casamento em nome da lei.