25 · 07 · 2017

Diferença entre Separação Total e parcial de Bens

A diferença entre separação total e parcial de bens pode parecer um bicho de sete cabeças, mas na verdade não é.

Neste post, explicaremos para você a diferença entre estes modelos de separação de bens.

Não se esqueça que, antes de entrar com o processo de casamento, você já deve saber qual será o modelo escolhido por você e seu futuro marido ou sua futura esposa.

 

Diferença entre separação total e parcial de bens
Foto: Everton Rosa

 

Diferença entre Separação Total e Parcial de Bens – Como Funciona?

 

A diferença entre separação total e parcial de bens é muito relativa quando se trata da divisão de seus bens. Existem quatro tipos de separação, sendo elas:

 

1 – Comunhão Parcial de Bens 

 

Todos os bens que foram adquiridos antes do casamento serão somente de quem adquiriu. Bens de causas anteriores (como por exemplo heranças), são apenas de quem recebeu.

Todos os bens que forem adquiridos após o casamento serão de ambos os noivos. Caso haja separação, todos estes bens serão divididos em duas partes, igualmente.

 

2 – Comunhão Total de Bens

 

Também chamada de Comunhão Universal de Bens, esta opção irá permitir que o casal tenha participação total em todos os bens. Bens adquiridos anteriormente (como heranças) e bens posteriores, conquistados durante o casamento, serão divididos.

Caso você e deseje casar com Comunhão Total de Bens, haverá a necessidade de ir ao Tabelionato da sua cidade para fazer uma escritura de pacto ante-nupcial, antes de dar inicio ao processo de casamento.

 

3 – Separação Total de Bens 

 

Bens atuais e futuros permanecerão sempre de propriedade individual de cada um, tanto bens conquistados antes do casamento, como bens posteriores e heranças.

Caso você escolha a Separação Total de Bens, você terá que ir até o Tabelionato da sua cidade e fazer uma escritura. Este documento confirmará que esta é a escolha de vocês.

Não esqueça: este processo deve ser feito antes de dar início ao processo de casamento, e ser entregue junto com os outros documentos necessários.

 

4 – Participação Final dos Aquestos 

 

É uma Separação Total de Bens, porém com uma pequena diferença. Caso haja divórcio ou óbito, os bens que foram adquiridos durante o casamento serão divididos igualmente (no caso do divórcio).

 

Dicas e informações gerais

 

– Você poderá mudar o regime de bens após o casamento, caso decida. Será necessário um alvará judicial que comprove a decisão de ambos os noivos.

– É obrigatório Separação Total de Bens aos noivos maiores de 60 anos e menores de 16, conforme o Art. 1.641 do Novo Código Civil.

 

Confira mais informações em vídeo 

 

 Se você tiver alguma dúvida, fale com a gente  pelos comentários!


  1. karen camilly baptista campos,
    em 25 de julho de 2017

    Oiie , gostei muito de seu blog
    Eu queria muito poder ver a foto interira do anúncio , achei bonito o vestido da noiva ! Se vc pudesse mandar a foto inteira ou o sit do fotógrafo ficaria grata
    Obrigada desde já ♥♥

  2. Encantadores de Noivos,
    em 25 de julho de 2017

    Oi meu bem!

    Esta foto é do Fotógrafo Everton Rosa, mas não tenho a imagem do vestido completo, pois encontrei apenas essa mesmo.

    Espero que você adore o Blog e aproveite muito os conteúdos!

    <3

  3. Como casar no Civil? – Entenda o que é necessário,
    em 25 de julho de 2017

    […] Saiba aqui a diferença entre comunhão parcial e total de bens […]